terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

A SAUDAÇÃO FRANCISCANA:

 “PAX ET BONUM


São Francisco quis em tudo seguir os passos de Nosso Senhor Jesus Cristo. Ele procurava observar fielmente cada palavra proferida pelo Filho de Deus.


No Evangelho, em vários momentos, Jesus fala de Paz:

+ “Bem aventurados os que promovem a Paz, porque serão chamados filhos de Deus” (Mt 5,9).
+ “Ao entrarem numa casa, digam primeiro: a Paz esteja nesta casa” (Lc 10,5).
+ “Eu vos deixo a Paz, eu vos dou a minha Paz. Não vo-la dou como a dá o mundo” (Jo 14,27).
+ “Ao cair da tarde daquele dia, o primeiro da semana, trancadas as portas da casa onde estavam os discípulos com medo dos judeus, veio Jesus, pôs-se no meio e disse-lhes: ‘a Paz esteja convosco!’ (Jo 20,19).


Na noite do Natal, os anjos glorificam a Deus e anunciam a Paz dizendo:


“Glória a Deus nas alturas, e Paz na terra aos homens por ele amados” (Lc 2,14).




O apóstolo Paulo saúda os cristãos desejando a Paz:

# “Que o Senhor da Paz vos dê a Paz sempre e em tudo” (2Ts 3,16).
# “Graça a vós outros e Paz, da parte de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo” (1Cor 1,3; 2Cor 1,2; Gl 1,3; Ef 1,2; Fl 1,2; etc).
# “Vivei em Paz; e o Deus de amor e de Paz estará convosco” (2Cor 13,11b).
# “Graça e Paz a vós outros, da parte de Deus, nosso Pai” (Cl 1,2b).



São Francisco ensinou aos seus frades a serem promotores da Paz, como Jesus tinha ensinado no Evangelho:



Na Regra não Bulada, o santo pai nos diz:

“Quando os irmãos vão pelo mundo, nada levem pelo caminho, nem bolsa, nem sacola nem pão nem dinheiro nem bastão. E, em qualquer casa em que entrarem, digam primeiramente: a Paz esteja nesta casa. E, permanecendo na mesma casa, comam e bebam do que eles tiverem” (RNB 14).

Na Regra Bulada, São Francisco escreveu:

“Sejam mansos, pacíficos e modestos, brandos e humildes, falando a todos honestamente, como convém. (...) Em qualquer casa em que entrarem, digam primeiramente: Paz a esta casa” (RB 3).

O Pai Seráfico também dizia:

“Assim como proclamais a Paz com a boca, assim em maior medida a tenhais nos vossos corações. Ninguém por meio de vós seja provocado à ira ou ao escândalo, mas todos sejam provocados pela vossa mansidão à Paz, à benignidade e à concórdia” (Legenda dos Três Companheiros 58).

Como São Francisco entendia a Paz?


“São verdadeiramente pacíficos aqueles que, por tudo o que sofrem neste mundo, conservam a paz na alma e no corpo por amor de Nosso Senhor Jesus Cristo” (Admoestações 15).



Tomás de Celano nos informa sobre o anúncio da Paz que o santo pai sempre fazia:

 “Em toda pregação sua, antes de propor a palavra de Deus aos que estavam reunidos, invocava a Paz, dizendo: ‘O Senhor vos dê a Paz!’. Anunciava-a sempre mui devotamente a homens e mulheres, aos que ele encontrava e aos que lhe vinham ao encontro. Por esta razão, muitos que odiavam a Paz, com a cooperação do Senhor, abraçaram de todo o coração a salvação juntamente com a Paz, tornando-se também eles filhos da Paz e desejosos da salvação eterna” (1Celano 23, 6-8).

Tomás de Celano descreve o envio dos primeiros frades:


 “O bem-aventurado Francisco convocou todos a si e, anunciando-lhes muitas coisas sobre o reino de Deus, (...) dividiu-os dois a dois para as quatro partes do mundo e disse-lhes: ‘Ide, caríssimos, dois a dois, pelas diversas partes do mundo, anunciando aos homens a Paz e a penitência para a remissão dos pecados’ (1Celano 29,2-3).


No seu Testamento, São Francisco fala claramente sobre a saudação da Paz:



“Como saudação, o Senhor me revelou que disséssemos: o Senhor te dê a Paz” (Testamento 23).





Mas de onde a tradição franciscana tirou a expressão “Pax et Bonum” (Paz e Bem)? Vejamos o que nos diz a Legenda dos Três Companheiros.


“Como mais tarde ele próprio testemunhou, aprendera este modo de saudação que o Senhor lhe revelara: ‘O Senhor te dê a Paz!’. Por esta razão, em toda pregação sua, saudava o povo, anunciando a Paz no início da pregação.

E é certamente admirável – e isto não se pode admitir sem [que tenha sido] milagre – que, para anunciar esta saudação, tivera antes de sua conversão um precursor que frequentemente andara por Assis, saudando deste modo: ‘Paz e Bem! Paz e Bem!’ A partir disto, acreditou-se firmemente que, como João que anunciava a Cristo deixou de pregar quando Cristo iniciou, do mesmo modo também esse, como outro João, precedeu a Francisco no anúncio da Paz, e também, depois da chegada de Francisco, não apareceu mais como antes” (Legenda dos Três Companheiros 26, 1-4).


Que nosso pai seráfico São Francisco de Assis nos ajude a ter um coração pacificado.
Senhor, fazei de mim um instrumento de vossa Paz!

PAX ET BONUM!

Frei Salvio Romero, eremita capuchinho.


16 comentários:

  1. Paz e Bem,
    Excelente explicação.
    abraços

    ResponderExcluir
  2. Exata mensagem franciscana, com amplo fundamento no Evangelho.

    ResponderExcluir
  3. Muito boa explicação espelhando os ensinamentos de Cristo Nosso Senhor.
    Abraço fraterno.

    ResponderExcluir
  4. Muito linda a explicação, o Espirito Santo precede a qualquer conversão, a cotovia transmite a Paz aos corações inquietos para que abram os olhos e compreendam a Palavra de Salvação.

    ResponderExcluir
  5. Muito linda a explicação, o Espirito Santo precede a qualquer conversão, a cotovia transmite a Paz aos corações inquietos para que abram os olhos e compreendam a Palavra de Salvação.

    ResponderExcluir
  6. Eu sou devoto a São Francisco de Assis.
    Pax et Bonum para todos irmãos !!!

    ResponderExcluir
  7. Recebi essa saudação de um amigo e não sabia o que era. Que explicação maravilhosa, um conforto para meu coração aflito

    ResponderExcluir
  8. Paz et bonum, pró meu coração aflito. Obrigado São Francisco

    ResponderExcluir
  9. Pax et bonum! Sou devoto de São Francisco de Assis desde a minha juventude.

    ResponderExcluir
  10. Fiquei curioso pois encontrei uma cruz prateada com essas palavras. Fiquei feliz em saber o significado. Paz e Bem a todos.

    ResponderExcluir
  11. Fiquei curioso pois encontrei uma cruz prateada com essas palavras e fiquei contente ao saber o significado. Paz e Bem a todos.

    ResponderExcluir
  12. Fiquei curioso pois encontrei uma cruz prateada com essas palavras. Fiquei feliz em saber o significado. Paz e Bem a todos.

    ResponderExcluir
  13. Gratidão, aprendi agora, Paz e Bem para toda criatura e criação do Criador. Namastê

    ResponderExcluir